Éter (2013)

cartaz-A4

Sinopse

Éter constrói-se sob o signo da espera: das palavras de uma atriz e um dramaturgo nasce um texto que reflete sobre as paisagens e desencontros onde esperamos, porque esperamos, com quem esperamos. Esboça-se uma pátria do amanhã e das esperanças num diálogo íntimo com a lenda de D. Sebastião e a poesia de Fernando Pessoa. Éter faz uma releitura do mito e coloca questões seculares portuguesas na contemporaneidade. Seremos nós aqueles por quem esperamos?

 

Ficha Artística

texto original Cátia Terrinca e Ricardo Boléo

coordenação dramatúrgica Ricardo Boléo

criação de espaço cénico Cátia Terrinca, Miguel Rebelo e Ricardo Boléo

interpretação Cátia Terrinca e Miguel Rebelo/ José Leite

voz off Ricardo Boléo

imagem Sara Vicente

comunicação Sónia Salvador

coprodução UmColetivo, Teatro Turim

Este slideshow necessita de JavaScript.