Segredos

segredos

Ricardo Boléo nasceu em Lisboa a 13 de Dezembro de 1984. Intensamente moderno e observadamente contido, Ricardo presenteia-nos com uma escrita límpida e directa, secretamente desconcertante. Quanto tempo e quantas palavras foram precisas para aqui chegar, ao sítio do primeiro poema, é algo impossível de precisar, tendo estado a escrita sempre presente na vida do autor. Ricardo deambula-se, nesta que é a sua estreia literária, entre o caos e a loucura, o amor e a injustiça social. A palavra, na sua poesia, é inteira e quase agressiva, o seu conteúdo  não fala nem cala: ele quase fere e nos “desperta”. O atrevimento poético de Ricardo revela-se em várias facetas da sua vida, bem como a provocação e uma visão quase alternativa da vida. Ele é assim: Autêntico, provocador, “excentricamente” realista. O seu forte sentido social e o facto de ser um homem intensamente urbano, explicam o carácter extremamente humano da sua poesia, onde desfilam sentimentos fortes, sensivelmente precisos, capazes de nos fazerem sonhar e voltar à realidade com a mesma facilidade e vontade.

Sónia Salvador